Aprenda a Criar um Controle Financeiro Para Administradoras De Condomínios

Ter um modelo de controle financeiro para administradoras de condomínios é muito importante, principalmente para a rotina do síndico que é muito atarefada. Se a gestão do condomínio não for feita corretamente, pode gerar diversos problemas de finanças. 

 

Afinal, a administração condominial deve ter o controle de todos os gastos, pagamentos, receitas e em quais áreas investir. Isso é fundamental para manter o fluxo de caixa organizado e evitar despesas que não foram planejadas.

 

Para saber mais, continue lendo o artigo!

 

Como fazer o controle financeiro para administradoras de condomínios

 

Para criar um controle financeiro para administradoras de condomínios, o indicado é que isso seja feito por meio de um software, como o da Condomob. Isso porque, dessa forma você consegue registrar com facilidade todos os gastos que o condomínio tem. 

 

Você também pode usar planilhas, mas o principal é registrar todas as despesas e receitas e ver onde o condomínio pode estar gastando demais. Corte aquilo que não for essencial e pense em melhorias mais eficientes, por exemplo: trocar a portaria tradicional por um sistema de controle de acesso remoto. Isso vai diminuir custos com funcionários e agilizar os processos de entrada e saída.

 

Ou seja, o que seria gasto com porteiros e serviços pode ser usado para a valorização do imóvel. Podem ser feitas melhorias e manutenção nas áreas comuns, na fachada ou até investimentos para a economia de recursos naturais e financeiros, como a energia solar ou sistema de reuso de água.

 

Controle de gastos

 

O condomínio jamais deve gastar mais do que arrecada, portanto precisa controlar bem os gastos e registrar com atenção a movimentação financeira de tudo que entra e sai. Assim, os relatórios e demonstrativos mostram as principais informações que vão ajudar os moradores a tomar as melhores decisões nas assembleias.

 

Uma forma de evitar gastar mais do que o condomínio tem é revisando as folhas de pagamentos, horas extras e incentivando campanhas de economia de água e energia para os moradores não desperdiçarem. 

 

Esses tipos de campanha podem ser feitos principalmente em períodos em que o condomínio tenha que fazer grandes manutenções, por exemplo, ao pintar a fachada ou outro tipo de grande manutenção.

 

Reduzir a inadimplência

 

Com um sistema condominial também é possível reduzir a inadimplência de uma forma mais eficiente. Lidar com isso é uma das tarefas mais difíceis para os síndicos, por isso softwares como o Condomob Financeiro são importantes. 

 

Ele ajuda a ter mais agilidade na cobrança, envia notificações diretamente para o aplicativo dos moradores, facilita o pagamento, disponibiliza gráficos de despesas, etc. 

 

Portanto, para criar um controle financeiro para administradoras de condomínios, o empreendimento deve ter uma régua de cobrança bem definida para conseguir reduzir a inadimplência.

 

Gostou das dicas? Entre em contato com a nossa equipe para saber mais e tenha maior controle financeiro do seu condomínio. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyrights Condomob 2021. Todos os direitos reservados.