3 Dicas Para Mediação de Conflitos em Assembleias

Imagine uma reunião de condomínio em que vários moradores têm opiniões bem diferentes sobre um determinado tema, mas precisam tomar uma decisão em conjunto. É nesses momentos que a mediação de conflitos em assembleias é essencial para evitar brigas e prevalecer a discussão saudável e boa convivência entre os condôminos.

 

Pensando nisso, a Condomob preparou dicas para mediar reuniões de condomínio da melhor maneira possível. Confira!

 

Métodos para a mediação de conflitos em assembleias

 

A neutralidade é necessária durante a mediação de conflitos em assembleias, pois é dessa forma que as pessoas podem chegar a conclusões que beneficiem a todos sem prejudicar a relação ou transformar o debate em ofensas pessoais. 

 

Existem algumas técnicas que podem ajudar o síndico a exercer o seu papel em mediar as reuniões de forma pacífica e eficiente. Veja alguns exemplos a seguir. 

 

Praticar a Comunicação Não Violenta

 

Há um conceito chamado Comunicação Não Violenta (CNV), que nada mais é do que uma técnica que prioriza a cooperação entre as pessoas. 

 

Seus princípios envolvem diálogos baseados em empatia e respeito de todas as partes, mesmo que a opinião de um seja contrária a do outro.

 

A Comunicação Não Violenta acontece quando as pessoas:

 

  • observam o outro e a situação; 
  • avaliam e respeitam os seus sentimentos;
  • respeitam as necessidades de cada um;
  • pedem ao invés de mandar/dar ordens.

 

Uso de canais digitais

Uma das maneiras para a mediação de conflitos em assembleias é utilizar o ambiente digital, principalmente por meio de aplicativos e softwares para condomínios, que realizam assembleias e votações. 

 

A comunicação virtual diminui a possibilidade de brigas presenciais, tanto pela distância física quanto pelo funcionamento das plataformas, que permitem mutar ou não um participante, entre outras funcionalidades.

 

Fazer treinamento de técnicas de mediação

Para a administradora de condomínio saber orientar sobre a mediação de conflitos, ela precisa treinar corretamente o síndico que terá essa responsabilidade. Dessa forma, diminui também a necessidade de recorrer ao Centro Judiciário de Solução de Conflitos.

 

Portanto, recomenda-se que a administradora invista tempo em educação e capacitação dos funcionários para resolver os problemas antes que a situação escale. Este treinamento deve mostrar para o colaborador que ele precisa mediar cada caso de maneira imparcial e resolver a questão para ambas as partes.

 

Agora que você já sabe como fazer a mediação de conflitos em assembleias, confira no blog da Condomob 4 Passos Para Organizar Corretamente uma Assembleia virtual!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyrights Condomob 2021. Todos os direitos reservados.